Você é um gato, mas nem sabe que eu existo.




Você é um gato. Mas nem sabe que eu existo.

Eu sou do mundo, aventureiro e não gosto de rotina. Já você é quieto, rapaz de igreja e com cara de intelectual.

Agente se apaixona por alguns segundos, por alguém que agente vê quase todos os dias? Sim, porque não né?  Mas é uma paixãozinha só, toda vez eu esqueço, mas na hora que te vejo, não fico sem olha.

Te acho muito gato, suas pernas grossas, sempre sério, tem cara de inteligente, sempre correndo, malhando sozinho, com seus braços fortes e de óculos.


Tão sério, sempre sozinho e gato.

Que pena que eu não tenho coragem, não tenho coragem de falar com você. Provavelmente deve namora alguém ou não, pelos lugares que eu te vejo, você é um rapaz sério, mas posso estar enganado.

Nem sabia que fazíamos esportes no mesmo lugar, mas toda vez que passa por mim, não tem jeito, eu olho, é mais forte que eu.

Você vai ficar na minha imaginação... pois falar com você, não vai rolar mesmo. Até outra hora seu gato e belas pernas. 

O que será que toca na sua playlist do celular, quando está malhando?




Vem comigo 




1 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir